快捷搜索:

Portugal deve ter flexibilidade para evitar Brexit desordenad

Lisboa, 19 mar (Xinhua) -- Portugal quer evitar um Brexit desordenado e terá a flexibilidade necessária para responder ao pedido que a primeira-ministra britanica fará aos líderes europeus, disse o ministro das Rela??es Exteriores, Augusto Santos Silva, na ter?a-feira.

"A posi??o portuguesa é conhecida. Entendemos que o pior cenário é o Reino Unido deixar a Uni?o Europeia (UE) sem um acordo", disse Santos Silva.

"Portanto, faremos tudo o que pudermos para evitar uma saída desordenada, usando a flexibilidade necessária para acomodar e responder à proposta ou pedido que a primeira-ministra britanica fa?a aos líderes europeus", acrescentou.

"De um ponto de vista interno, mas também europeu, continuamos a preparar-nos para todos os cenários, incluindo o cenário de uma saída sem acordo, a fim de evitar uma situa??o de caos que prejudicaria muito a cidadania e a economia europeia", disse aos jornalistas em Lisboa, no final de uma reuni?o do Diálogo Social.

De acordo com Santos Silva, na reuni?o do Conselho Europeu de quinta-feira, os chefes de Estado e de Governo ir?o concentrar-se nesta quest?o e espera-se que até lá "o Reino Unido possa apresentar uma proposta, porque agora as coisas est?o do lado britanico".

"Portugal estaria totalmente disponível para aceitar o adiamento, quer se tratasse de um adiamento técnico até 30 de junho, quer de um adiamento mais longo. Mas precisamos ver a proposta que o Reino Unido irá apresentar", afirmou.

Ele também disse que se o adiamento do Brexit for até 30 de junho, o Reino Unido n?o precisará realizar uma elei??o europeia, mas no caso de um atraso maior, os britanicos ter?o que realizar a vota??o para o Parlamento Europeu.